Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Notícias / Província

09/08/2016 15h02

Lançada Cartilha de Orientação Política

Evento foi realizado no auditório da UNIT, em Maceió

Pascom Arquidiocese / Wagner Oliveira

As dioceses de Penedo, Palmeira dos Índios e a Arquidiocese de Maceió, lançaram, na noite desta segunda-feira (08), em solenidade bastante concorrida, no auditório do Centro Universitário Tiradentes (UNIT), a Cartilha de Orientação Política da Província Eclesiástica de Maceió elaborada pela Comissão de Fé e Política.

A proposta do impresso é a de poder contribuir para que a sociedade seja orientada e conheça como funciona o processo eleitoral, além dos meios de denúncia da corrupção nas eleições.

Dom Antônio Muniz, Arcebispo de Maceió, presidiu a sessão e destacou: “a Igreja quer prestar um serviço e não colocar um limite na consciência de ninguém, nem muito menos julgar. A Província quer contribuir com esse momento importante da nossa jovem democracia. (...) O que nós estamos fazendo não é ‘uma coisa de igreja’, um momento católico, mas um exercício de humanidade, humano, de homens e mulheres que querem o bem e buscam a verdade, a justiça e constroem a paz”.

Cônego Walfran Fonseca, coordenador da Comissão, apresentou a cartilha como “um instrumento de difusão da cidadania”. “Ela apresenta informações sobre o papel dos Poderes, a utilização do dinheiro público; ensina como o cidadão deve fiscalizar, os critérios para escolha dos candidatos e como o eleitor pode denunciar a corrupção eleitoral. (...) Quando surge o candidato que compra e o eleitor que vende o seu voto, nasce à corrupção. Cada voto é precioso, porque é a procuração que damos a alguém para nos representar no exercício do Poder Público”, destacou o sacerdote.

Em sua fala, dom Valério, Bispo de Penedo, salientou que o País vive uma “crise antropológica e ética. Estamos sem pontos de referências e a sociedade perdeu a bússola do caminho. Vivemos uma mudança de época, um tempo de cultura pagã, aonde o direito foi colocado abaixo de uma ditadura moderna de minorias. Tudo é direito e deve ser obedecido! (...) Nenhum grupo pode se autoproclamar criador do direito. Quando somos incapazes de defender os valores, descemos uma ladeira e terminaremos negando a democracia”.

Já o Bispo de Palmeira dos Índios, dom Dulcênio Matos, sublinhou que será o primordial catequista em sua diocese. “O povo tem o grande poder de, com o seu voto, transmutar a realidade do nosso país, caso faça uma opção acertada na urna. A Igreja, como Mestra, preocupada com o rumo político do nosso País (ainda que estas eleições sejam para a esfera municipal), faz eco, pela voz de seus pastores, conclamando a consciência política dos brasileiros, na perspectiva transformadora de toda sociedade, a partir da mudança de mentalidade dos cidadãos eleitores”.

A solenidade foi prestigiada por autoridades civis e religiosas, alunos da UNIT e movimentos da Igreja. Fizeram parte da mesa, além do Arcebispo, dom Valério Breda, dom Dulcênio Fontes de Matos e membros das instituições parceiras na impressão da cartilha. O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas, foi representado pelo Des. Paulo Zacarias; o Ministério Público Estadual, representando pelo Procurador-Geral de Justiça, o Dr. Sérgio Jucá; a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB/AL), representada pelo Dr. Aldemar de Miranda Motta Júnior.

A Comissão informou que o trabalho de orientação política será realizado com respaldo na Doutrina Social da Igreja que apresenta a política como “uma mediação privilegiada da caridade e a fé cristã”. Desenvolverá uma agenda para o processo eleitoral conforme a demanda de visitas para apresentar a cartilha em paróquias, escolas, movimentos, áreas pastorais da Igreja e grupos interessados.
Promoverá encontros com candidatos para ouvir propostas. Entregará aos candidatos sugestões e opiniões auferidas do povo. Estará disponível para orientar os que querem conhecer o que pensa e o que propõe a Igreja na política.
As cartilhas serão distribuídas gratuitamente e podem ser adquiridas na Cúria Metropolitana de Maceió.

A Solenidade foi concluída com um momento de oração e com a bênção dada pelos três bispos da Província.
 

Sem comentários! Seja o primeiro!!!
Deixe seu comentário

ARQUIDIOCESE DE MACEIÓ | Igreja Missionária e Samaritana

Pastoral da Comunicação Cúria: (82) 3223-2732 ou 3021-4001 (07h30 às 14h) Gabinete do Arcebispo: (82) 3326-2321 (8h às 12h) PASCOM: (82) 3326-5458 (8h às 14h) Av. Dom Antônio Brandão, 559 – Farol 57051-190 Maceió – AL