Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Notícias / Entrevistas

25/01/2012 10h05

Diácono José Luciano fala sobre sua vida vocacional

Psicólogo retrata sua caminhada em servir a Deus como Sacerdote

Rodrigo Rios
José Luciano se consagra ao ministério sacerdotal com o lema “encontrado Nele”.

Em nossa série de entrevistas sobre os novos padres da Arquidiocese de Maceió, apresentamos José Luciano Duarte dos Santos, 33, Psicólogo e Especialista em Bioética que nos fala sobre suas expectativas neste início de tempo presbiteral.

Como você descobriu sua vocação?
Na infância, como é comum acontecer com muitos vocacionados, pensava em ser padre. No entanto, quando me tornei adolescente, abandonei a ideia. Acreditava ser coisa de criança. No entanto, sempre fui ligado à Igreja, participava de grupo, era catequista, acólito, pois minha família é muita católica. Mais tarde, já cursando a Universidade, tive a experiência do chamado de Jesus por meio da sagrada liturgia. A partir daí, fui discernindo o chamado na direção espiritual.

Como você analisa o tempo de estágio diaconal?
Para mim foi um tempo de graça. Tive a grata oportunidade de conciliar a minha formação acadêmica com o serviço pastoral próprio do diácono. Sou muito grato à Fazenda da Esperança e a Casa do Servo Sofredor

Quais as maiores dificuldades encontradas?
Não diria dificuldades. Mas desafios. E o maior deles é reconhecer que somos apenas pobres instrumentos da graça de Deus. Portanto, os frutos dependem da abertura de cada pessoa ao influxo do Espírito Santo. Não temos, portanto, o controle absoluto dos resultados. Mas somos tentados, muitas vezes, é esquecer isso.

Em sua caminhada vocacional, o que mais lhe marcou?
Não elegeria uma única realidade. Mas tudo no tempo de seminário, as aulas, os momentos de oração, a vida comunitária, o trabalho na pastoral vocacional. Depois, o tempo de estágio para o diaconato e o estágio diaconal, no exercício constante da pastoral. Tudo isso contribuiu decididamente para a formação sacerdotal.

O que mais lhe chama a atenção no ministério sacerdotal?
Administrar os santos mistérios, principalmente a Eucaristia. Proclamar a palavra, através das homilias, do ensino, da catequese. E o cuidado pastoral com as pessoas que nos são confiadas, principalmente os mais pobres, nas suas diversas pobrezas. Não somos padres para nós mesmos! Nossos gestos (sacramentos), palavras (pregação) e ações (a caridade) são de Cristo para edificar a Igreja.

Quais as expectativas para o início do ministério sacerdotal?
Espero corresponder aquilo que falei na pergunta anterior. Ser um padre para Cristo a serviço do seu corpo, a Igreja, povo de Deus e templo do Espírito Santo. Para isso escolhi como lema de vida sacerdotal as palavras de são Paulo na sua carta aos Filipenses: “encontrado Nele” (Fl 3,9).

O que você diria para um jovem que pensa em ser padre?
Diria que não deixe o chamado de Cristo passar. Acolha-o, reze, peça direção espiritual para discernir. Lembre-se que Cristo chama os que ele quer. E se Ele chama, Ele é fiel. Conduzirá até o fim aqueles que ele convida ao sacerdócio. Não tenha, portanto, medo.
 

3 Comentários
Deixe seu comentário
Enviado por Mario Jorge às 12h19 do dia 26/01/2012

Cristo ilumina a todos os sacerdotes. Serão ótimos padres. Possuem grande santidade e são de uma abertura humana invejável. Precisamos de mais padres assim, com fé e que amem e acreditem na Igreja de Cristo. Parabéns Luciano, a festa no céu é enorme hoje. Conte com as nossas orações.

Enviado por José às 01h45 do dia 26/01/2012

Ibateguara esta precisando de um novo padre que tenha capacidade de chama fieis ão de tira fieis da igreja manda um desses dom antonio precisamos

Enviado por lucicleide maria dos santos às 01h20 do dia 26/01/2012

Que seu sim seja de muitos frutos para a igreja,pois o céu está em festa com a ordenação de 4 novos padres.

ARQUIDIOCESE DE MACEIÓ | Igreja Missionária e Samaritana

Pastoral da Comunicação Cúria: (82) 3223-2732 ou 3021-4001 (07h30 às 14h) Gabinete do Arcebispo: (82) 3326-2321 (8h às 12h) PASCOM: (82) 3326-5458 (8h às 14h) Av. Dom Antônio Brandão, 559 – Farol 57051-190 Maceió – AL