Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Notícias / Entrevistas

28/11/2011 12h00

Pe. Elison Silva fala sobre a reunião do Grupo de Reflexão Catequética em Brasília

Sacerdote é membro recente do grupo e também coordena o Regional Nordeste 2 para a Animação Bíblico-catequética

Rodrigo Rios
Tags: Grecat
Pe. Elison Silva representa Alagoas no Grecat

O coordenador da Comissão Regional Nordeste 2 para a Animação Bíblico-Catequética, Pe Elison Silva, sacerdote da Arquidiocese de Maceió, foi convidado a fazer parte do Grupo de Reflexão Catequética (GRECAT) e conseqüentemente participou do encontro deste Grupo na Sede das Pontifícias Obras Missionárias (POM), em Brasília (DF), de 15 a 17 de novembro deste ano. O GRECAT foi criado em 1984 com o intuito de auxiliar na operacionalização do documento Catequese Renovada, sendo responsável pela produção de textos e animando a caminhada catequética na Igreja do nosso país. É formado por catequetas religiosos, leigos e presbíteros, que se reúnem duas vezes ao ano. O Portal traz as informações deste evento e da realidade da catequese a partir desta entrevista com o sacerdote Elison Silva.

Há quanto tempo o senhor é coordenador do Regional Nordeste 2 para a animação bíblico-catequética e como se deu esse processo?
Desde abril deste ano já havia sido consultado da possibilidade de assumir. Em julho Dom Mariano, Bispo de Mossoró (RN), e referencial da catequese no Regional, oficializou na reunião anual dos coordenadores diocesanos de catequese. Esta reunião aconteceu em Pesqueira (PE). Foi o momento que a nova comissão estaria formada, já que nesta foram escolhidos os representantes de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, para compor a comissão.

Quais as suas funções nessa atribuição?

Coordenar a comissão que é formada pelos representantes das 4 províncias eclesiásticas que formam o Regional; articular e coordenar os momentos de formação para catequista; acompanhar e dinamizar os trabalhos a nível regional. Também é função do coordenador representar o Regional junto à Comissão Episcopal para Animação Biblico-catequética da CNBB. Devo então participar das reuniões representando o Regional no Nacional e fazer o repasse dos eventos, noticias, atividades e orientações.

Como são os encontros do GRECAT e quais as atividades por ele realizadas?
O GRECAT é um organismo da CNBB, que presta serviço à Comissão Episcopal para Animação Bíblico-catequética, assessorando, e como diz o nome, é a instancia de reflexão colaborando com os três bispos que formam a comissão e os dois assessores, ou seja, auxiliamos na elaboração de subsídios, na revisão e análise de textos e publicações.

Como se dá o convite para fazer parte do Grupo de Reflexão Catequética da CNBB?
É um grupo formado por estudiosos, especialistas, mestres e doutores, em catequese ou bíblia. A escolha é da CNBB (comissão) através da indicação dos Assessores aos bispos. Deve-se levar em conta a formação e o engajamento catequético do candidato. Acredito que foi considerado o fato que tenho Especialização em catequese, também sou professor de catequética no Seminário/Cesmac, além de estar na função de Coordenador Regional, pois indica que tenho um trabalho bem concreto, na base onde a catequese acontece.

Como foi a realização deste encontro que o senhor participou?
O encontro é bem estruturado e a maior parte do tempo é feita de estudos/debates de temas ou textos. Neste agora, nós realizamos uma análise do Plano da Comissão para o quadriênio 2012-2015, estudamos os projetos que serão desenvolvidos, os eventos e momentos que deverão ser promovidos a nível nacional, bem como foi feito também a avaliação do 1º congresso de animação bíblica da pastoral realizado em outubro em Goiânia (GO).

Quais as novidades trazidas neste encontro?

Temos muito o que caminhar, mas estamos dando passos firmes e decisivos neste momento em nosso regional, até porquê precisamos fazer este itinerário em comunhão.

Quais os próximos passos para a catequese no Brasil?
Assumir pra valer as duas urgências das cinco que as diretrizes da ação evangelizadora da Igreja no Brasil nos propõe para os próximos quatro anos: Igreja - casa da iniciação á vida cristã e Igreja - lugar de animação bíblica da vida e da pastoral. Abraçar mesmo o estilo catecumenal em todas as etapas da catequese: crianças, jovens e adultos, ou seja aprender do Ritual da Iniciação Cristã dos Adultos (RICA), conhecê-lo e utilizá-lo. Depois a centralidade da palavra na vida da Igreja. De modo muito particular, unir mais ainda Bíblia e Catequese.

Como o senhor analisa o caminhar da catequese em nosso estado de alagoas?
Estamos como todo o Brasil dando passos. É verdade que parecem lentos, mas é preciso considerar que é “caminho novo” e que ainda é necessário superar algumas barreiras. Precisamos estudar, aprofundar o tema da iniciação cristã que vai além de uma Catequese Sacramental, como também necessitamos do ponto de vista catequético unir os três sacramentos da Iniciação Cristã, ou seja, é dever da catequese preparar pais e padrinhos, preparar as crianças para o batismo em idade de catequese, preparar para eucaristia e crisma, mas não como um fim, é preciso ser um encontro que leva a adesão a Jesus Cristo.
 

1 Comentário
Deixe seu comentário
Enviado por Sem. Rodrigo Rios às 12h04 do dia 28/11/2011

Muito bem confrade! Foi um prazer entrevistar uma prata da casa que tem mostrado suas potencialidades nos caminhos da Igreja de nosso Brasil! Deus o continue iluminando nessa jornada!

ARQUIDIOCESE DE MACEIÓ | Igreja Missionária e Samaritana

Pastoral da Comunicação Cúria: (82) 3223-2732 ou 3021-4001 (07h30 às 14h) Gabinete do Arcebispo: (82) 3326-2321 (8h às 12h) PASCOM: (82) 3326-5458 (8h às 14h) Av. Dom Antônio Brandão, 559 – Farol 57051-190 Maceió – AL