Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Notícias / Arquidiocese

18/08/2017 15h02

Procissão, hasteamento da bandeira e Missa marcam abertura da Festa de Nossa Senhora dos Prazeres

Foi diante do olhar de cada devoto e ao som do hino, que a bandeira foi hasteada acima da porta central da Catedral, que recebeu uma iluminação especial para a festividade

Thiago Aquino - Pascom Arquidiocese de Maceió
Fotos: Thiago Davino/Pascom Catedral e Jéssica Braz/Pascom Jaraguá e

 A Arquidiocese de Maceió deu início à festa da padroeira, Nossa Senhora dos Prazeres, na noite desta quinta-feira (17). A procissão da bandeira saindo do Quartel da Polícia Militar, o hasteamento e a Missa na Catedral Metropolitana marcaram a abertura do novenário.

O arcebispo de Maceió, dom Antônio Muniz, padres e os militares iniciaram a procissão da bandeira de Nossa Senhora dos Prazeres na Praça da Independência, no centro. Na Praça Montepio dos Artistas houve o encontro com a imagem de Nossa Senhora de Fátima, trazida de Portugal. Os fiéis da Paróquia Nossa Senhora Mãe do Povo, no Jaraguá, onde a imagem foi acolhida no dia 30 de agosto e peregrinou até esta sexta (17), promoveram uma carreata para que a imagem chegasse à Catedral Metropolitana.

Foi diante do olhar de cada devoto e ao som do hino, que a bandeira foi hasteada acima da porta central da Catedral, que recebeu uma iluminação especial para a festividade. Já a imagem de Nossa Senhora de Fátima foi colocada no altar lateral da Catedral, onde permanecerá até o dia 27, quando será entronizada no Santuário Virgem dos Pobres, em Mangabeiras, no encerramento da procissão.

Após a proclamação do evangelho feita pelo diácono Joseilton Luz, militar do Exército Brasileiro, dom Antônio iniciou a homilia destacando o tema central do novenário: “Fazei tudo o que Eles vos disser (Jo 2,5)” e explicando o Evangelho do dia. “Maria pede para que façamos a vontade de Jesus e, hoje, ele pede que saibamos perdoar sempre”, afirmou.

“E já que vamos refletir sobre a família durante todo o novenário, a gente começa a refletir sobre o perdão na família. Você está perdoando seus filhos? A sua esposa? O seu marido que falhou?”, refletiu o metropolita. Na oração do Pai Nosso, ele convidou os casais presentes na celebração para subirem ao presbitério e rezarem juntos.

Maria José, da Paróquia Nossa Senhora Mãe do Povo, é devota assídua. Já visitou vários santuários marianos, inclusive o de Fátima, em Portugal. Após participar da programação com a presença da imagem trazida pelo arcebispo, ela fez questão de participar da aberturar da festa da padroeira de Maceió. “É sempre muita emoção participar dos louvores à Mãe de Deus, porque já alcancei vários milagres por intercessão dela”, disse.

O Pe. Epitácio Pessoa, capelão da Polícia Militar, monsenhor José Nilton, da Paróquia Nossa Senhora Mãe do Povo, no Jaraguá, estavam entre os sacerdotes que concelebraram a Santa Missa com o arcebispo. A Irmandade do Santíssimo Sacramento e os seminaristas auxiliaram na celebração.

Audios

Homilia da abertura da Festa de Nossa Senhora dos Prazeres

Dom Antônio Muniz Fernandes, Arcebispo de Maceió

Sem comentários! Seja o primeiro!!!
Deixe seu comentário

ARQUIDIOCESE DE MACEIÓ | Igreja Missionária e Samaritana

Pastoral da Comunicação Cúria: (82) 3223-2732 ou 3021-4001 (07h30 às 14h) Gabinete do Arcebispo: (82) 3326-2321 (8h às 12h) PASCOM: (82) 3326-5458 (8h às 14h) Av. Dom Antônio Brandão, 559 – Farol 57051-190 Maceió – AL