Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Notícias / Arquidiocese

18/10/2016 18h28

Mutirão de Comunicação reúne centenas de participantes do Regional NE2 em Recife

Cerca de 80 agentes da Pascom da Arquidiocese de Maceió participaram da 6ª edição do evento

Thiago Aquino / Pascom Maceió
Fotos: Pascom / Arquidiocese de Maceió

A cultura do encontro e as novas formas de comunicação para uma transformação social. Esta foi a principal discussão do 6º Muticom, Mutirão de Comunicação do Regional Nordeste 2, em Recife, entre os dias 14 e 16 de outubro. O evento reuniu participantes de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e do Rio Grande do Norte e ofereceu oficinas, palestras, mesa redonda, apresentações culturais e a entrega do Prêmio Dom Hélder Câmara.

Cerca de 500 participantes, entre bispos, padres, religiosos, agentes da Pascom, profissionais e estudantes da área estiveram no auditório da Universidade Católica de Pernambuco, Unicap, para participarem de toda programação.

Uma das palestras mais comentadas foi a da jornalista Bianka Carvalho, da Globo Nordeste, na abertura do Muticom com o próprio tema do evento. A profissional abordou de que forma a comunicação pode ser ferramenta para mudanças sociais, apresentando exemplos de seu trabalho na a afiliada da Rede Globo.

“É preciso escutar mais, porque se a gente não se envolve com o mundo do outro não há transformação e se torna perda de tempo falar em novas formas e meios de comunicação”, afirmou a repórter sobre a atuação do comunicador na sociedade. “Não adianta ter uma conexão sem fio se não há uma conexão de alma”.

A 6ª edição Muticom homenageou dom Hélder Câmara, um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O arcebispo emérito de Olinda e Recife ficou conhecido por sua simplicidade, pelos trabalhados voltados para os mais pobres e por lutar pelos direitos humanos durante a ditadura militar. Dom Hélder foi um dos nomes mais citados durante a mesa redonda com professor e jornalista, doutor Moisés Sbardelotto, e o jornalista Gerson Camarotti, responsável pela primeira entrevista exclusiva com o pontífice e autor do livro “Segredos do Conclave”.

Com questionamentos dos participantes, a mesa redonda discutiu o tema “A cultura do encontro na dimensão missionária, política e social”. Sbardelotto enfatizou o posicionamento do cristão comunicador diante da realidade social: “Não podemos apostar em uma comunicação de divisão com omissão e preconceito, porque assim estaremos longe de uma cultura do encontro, como pede Francisco”. Já Camarotti, apresentou um panorama do impacto na sociedade com a escolha de Jorge Bergoglio. Para o jornalista, o discurso do papa em favor dos menos favorecidos e o seu próprio testemunho de simplicidade fazem com que os cristãos revejam a forma de viver na sociedade.

A formação com profissionais de áreas específicas da comunicação aconteceu simultaneamente com dez opões de oficinas. Nos intervalos, todos puderam conhecer um pouco da cultura pernambucana e nordestina com o poeta Antonio Marinho. A noite cultural, no sábado (15), no Teatro de Santa Isabel, contou com as apresentações dos cantores e compositores Dudu do Acordeon e Cristina Amaral, e a apresentação de maracatu e de frevo com estudantes de Recife.

Quem gostou de participar do Muticom foi o jovem Jefferson Freitas, coordenador da Pascom da Área Pastoral Nossa Senhora de Lourdes, em Rocha Cavalcante, distrito de União dos Palmares. “O evento trouxe para a Pascom de nossa comunidade novas ideias a serem trabalhadas, conteúdo para formação e a confirmação de que precisamos nos integrar e articular com as outras pastorais da Igreja”, explicou Santos. “As missas e as oficinas foram os eventos mais importantes do Mutirão, pois trabalharam os eixos norteadores que a organização queria atingir: formação e desenvolver a espiritualidade no âmbito da Pastoral da Comunicação”.

Já o articulador da Pascom da Área Norte, Emerson Silva, se diz ansioso pela próxima edição do Muticom e que o conhecimento adquirido vai ser importante até para os que não participaram: “Foi um evento inesquecível e usarei as orientações passadas nas palestras e oficinas para a formação dos agentes de minha Área”. Emerson e o Jeferson fizeram parte de uma das caravanas da Arquidiocese de Maceió, que esteve representada por cerca de 80 agentes.

O bispo de Campina Grande e referencial da comunicação no Regional Nordeste 2, dom Frei Manoel Delson, afirmou que promover o Muticom é acreditar na formação dos agentes da Pastoral para aturarem nas arquidioceses e paróquias, formando novas lideranças. “Vamos fazer uma comunicação a favor da vida, da verdade, pois somos protagonistas deste anúncio, que é o próprio Evangelho”, destacou o bispo.

Para quem acolheu os visitantes, as palavras foram de alegria e de gratidão. “Para nós, foi uma graça especial acolher o 6º Mutirão da Comunicação que abrange 21 dioceses. Foram dias de muita movimentação com o intuito de conhecer melhor os meios de comunicação modernos”, relatou dom Fernando Saburido, arcebispo de Olinda e Recife. “Que possamos usar os meios modernos para o crescimento da Igreja, do anúncio do Evangelho”.

O Prêmio Dom Hélder Câmara homenageou palestrantes, organizadores do Muticom e os artistas que realizaram apresentações durante a programação.

Sem comentários! Seja o primeiro!!!
Deixe seu comentário

ARQUIDIOCESE DE MACEIÓ | Igreja Missionária e Samaritana

Pastoral da Comunicação Cúria: (82) 3223-2732 ou 3021-4001 (07h30 às 14h) Gabinete do Arcebispo: (82) 3326-2321 (8h às 12h) PASCOM: (82) 3326-5458 (8h às 14h) Av. Dom Antônio Brandão, 559 – Farol 57051-190 Maceió – AL