Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Notícias / Arquidiocese

26/08/2015 12h43

Catedral fica repleta de fiéis na oitava noite do novenário

Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena presidiu Celebração Eucarística

Da Redação com informações: Roberta Rodrigues e Wagner Oliveira - Comunicação Doce Mãe de Deus
Fotos: Fernando Henrique, Wagner Oliveira - Comunicação Doce Mãe de Deus

A Santa Missa desta terça, 22/08, oitava noite do novenário em honra à Padroeira da Arquidiocese de Maceió, Nossa Senhora dos Prazeres, foi presidida por dom Francisco de Assis Dantas de Lucena, Bispo de Guarabira–PB e secretário geral do Regional Nordeste-2 da CNBB. Foram concelebrantes os padres Márcio Manoel, Elison Silva, Nilton Marques, Celso Alípio e Mons. José Augusto, vigário-geral da Arquidiocese.

Antes do início da celebração os fiéis foram acolhidos por dom Antônio Muniz Fernandes com palavras de carinho e gratidão. Os comentários litúrgicos foram feitos pelo padre Celso Alípio e a liturgia foi cantada pelo ministério de música da comunidade Trindade Santa.

Os responsáveis da noite: movimento dos Focolares, RCC, Pastoral Universitária, Pastoral familiar, Casais de Segunda União e Novas Comunidades: Trindade Santa, Doce Mãe de Deus, Shalom, Rosa Mística, Fé Viva, Filhos da Virgem Santíssima, Bom Samaritano, Coração Misericordioso, Nova Jericó e Fraternidade de Ranquines.

Em sua homilia, dom Francisco Lucena lembrou que em Nossa Senhora, Mãe da Misericórdia, devemos confiar a nossa vida. Aprendemos a caminhar com Ela, como discípulos e missionários de Jesus.

O tema do Jubileu Extraordinário da Misericórdia anunciado pelo Papa Francisco, também foi abordado. É uma proposta para preparar nosso coração com o Pai misericordioso, com a Igreja e com nossas periferias. É um caminho de penitência e reconciliação com Cristo. “Necessitamos fazer uma profunda avaliação da nossa fé, das nossas obras de misericórdia e da nossa prática religiosa”, disse.

Ainda sobre o Evangelho, dom Lucena afirmou que de nada adianta cumprir preceitos se uma pessoa não pratica a justiça, não é misericordiosa e não é fiel a Deus. É uma profunda falta de amor. Quem não ama o seu próximo, não ama a Deus.

Precisamos experimentar o amor de Deus, mesmo diante de nossas fraquezas e limitações. Ele nunca deixará de nos mostrar a riqueza de Sua misericórdia. Ninguém pode ser excluído da misericórdia de Deus, por isso a Igreja é uma casa que acolhe a todos. “A alegria de Deus é perdoar, a nossa alegria é receber e dar o perdão”, concluiu.

No final da Eucaristia foi cantado o hino da Padroeira, seguido da oração e bênção. Após a celebração aconteceu a quermesse com apresentação artística no estacionamento da Assembleia Legislativa.
 

Sem comentários! Seja o primeiro!!!
Deixe seu comentário

ARQUIDIOCESE DE MACEIÓ | Igreja Missionária e Samaritana

Pastoral da Comunicação Cúria: (82) 3223-2732 ou 3021-4001 (07h30 às 14h) Gabinete do Arcebispo: (82) 3326-2321 (8h às 12h) PASCOM: (82) 3326-5458 (8h às 14h) Av. Dom Antônio Brandão, 559 – Farol 57051-190 Maceió – AL