Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Blogs

Pe. Valmir Galdino - Espiritualidade

01/07/2014 16h17

A Lógica do Reino de Deus

"A partir de Jesus o Reino divino vai tomando pé, vai passando a ter uma fisionomia, um rosto, um jeito próprio de ser e de existir"

 Depois de celebrarmos tantas festas e solenidades nobres do calendário litúrgico da Igreja, voltamos ao tempo comum. Tempo comum a nós e a toda a realidade que nos cerca e nos envolve. Tempo comum a tudo aquilo que nos toca no cotidiano de nossas vidas.

De modo muito particular, na liturgia da Palavra, ouviremos Jesus falar o tempo todo e, com insistência, do Reino de Deus. Essa é a grande meta, isto é, é missão do Filho de Deus, aqui na terra, revelar que um tempo novo chegou para nós, um tempo novo se instaurou em meio a nós.

E Jesus, ao pisar o nosso chão, não fez outra coisa, a não ser anunciar, com amor, alegria e compaixão, que o Reino de Deus chegou, de verdade, para nós. Ou seja, a partir de Jesus o Reino divino vai tomando pé, vai passando a ter uma fisionomia, um rosto, um jeito próprio de ser e de existir. Basta, para conferir, só olhar as páginas do Evangelho.

Por isso, podemos afirmar que o Reino de Deus se confunde com os gestos e atitudes de Jesus. Quem ama sem pensar em recompensa, vive, já aqui, a lógica do Reino dos Céus. Quem não deseja nem cultiva vingança e perdoa, mesmo que a duras penas, o seu inimigo, já celebra, na vida, a experiência do Reino de Deus.

Quem nessa vida não é carreirista, não é oportunista, não vive correndo e buscando, a todo custo e a todo preço, sucesso e fama, mas procura fazer tudo com humildade e mansidão, objetivando sempre a sua felicidade e alegria do outro, já vive, aqui na terra, a engrenagem do Reino do Pai.

Todo ser humano que procura, com sinceridade de coração, ser bom pai e bom filho, bom padrão e bom empregado, bom vizinho, bom cidadão, que não cultiva e nem celebra o mal em sua vida, se esforçando para construir um mundo mais humano e mais fraterno, já vive a essência do Reino de Deus.

Procuremos, atentos, sempre atentos, eu e você, a prática constante da generosidade, da bondade, da afabilidade, da verdade e da justiça. Não façamos aos outros, aquilo que não queríamos que fizessem a nós. Não pensemos em ganhos nem recompensas, nem queiramos em tudo levar sempre vantagens. Não fiquemos presos ao que os outros estão pensando e dizendo de nós porque seguimos ou nos esforçamos para seguir e amar a Jesus.

Lembremos o tempo todo que Jesus, nosso salvador e redentor, é o nosso único modelo perfeito, perfeitíssimo a ser imitado. Olhemos para Ele, só para ele. Espelhemo-nos n’Ele, em Jesus. Logo, se eu e você, quisermos viver o Reino de Deus, o segredo é se entregar e reproduzir, na vida, gestos, ações e palavras de Cristo Jesus. Tarefa árdua, como rapadura: dura, de ser vivida; mas doce, por ser possível de se praticar.

Portanto, eu não posso querer entrar no Reino de Deus antes de permitir que Ele, esse Reino divino e bendito, entre em mim por primeiro. Eu não posso desejar o Reino Celeste se eu, por primeiro, não me abrir a Ele, não me deixar consumir por Ele, não me encantar pela lógica d’Ele.

Sem comentários! Seja o primeiro!!!
Deixe seu comentário

ARQUIDIOCESE DE MACEIÓ | Igreja Missionária e Samaritana

Pastoral da Comunicação Cúria: (82) 3223-2732 ou 3021-4001 (07h30 às 14h) Gabinete do Arcebispo: (82) 3326-2321 (8h às 12h) PASCOM: (82) 3326-5458 (8h às 14h) Av. Dom Antônio Brandão, 559 – Farol 57051-190 Maceió – AL