Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Arquidiocese de Maceió | Igreja Missionária e Samaritana

Blogs

Pe. Valmir Galdino - Espiritualidade

14/12/2012 09h09

Então, Ainda, Não É Natal!

Ainda não é natal, é advento. Logo, devemos não trocar os móveis, as cores da casa, ou as roupas.

Para a maior glória de Deus, estamos a celebrar o advento, um tempo de graça. Um tempo de bênção. Pois é a partir dele, do advento, que nos preparamos bem para celebrar um outro tempo, o tempo santo do natal.

O advento, ensina-nos catequeticamente o Papa Bento, “indica uma realidade maravilhosa e perturbadora: o próprio Deus cruzou seu Céu e se inclinou sobre o homem; estabeleceu aliança com ele entrando na história de um povo”. Ou seja, o advento vai nos introduzindo no mistério da encarnação de nosso Deus e Senhor. Vai nos preparando para tornar célebre tão grandioso episódio, a encarnação do Verbo.

Nestes dias, dias de advento, estamos a ouvir as sábias, inspiradas e inspiradoras palavras dos profetas. Vejam como é bom ouvir as palavras de Isaías: “Farei nascer rios nas colinas escalvadas e fontes no meio dos vales; transformarei o deserto em lagos e a terra seca em nascentes d’água” (41,18). A partir desta afirmação, podemos concluir que Deus mesmo, Ele mesmo, vai dar sentido a nossa pobre vida, vai transformar as realidades sombrias existentes em nosso interior.  

Deus, Ele mesmo, vai endireitar os nossos caminhos, aprumar o nosso jeito torto de pensar, de fazer as coisas. Deus mesmo, em Jesus, realizará, em nós, coisas impossíveis aos olhos humanos, porque Ele mesmo é a nossa única esperança. Ele tudo, mas tudo mesmo, pode fazer em nós.

Nestes dias, dias de advento, Deus está a encher, de novo, o nosso coração da viva esperança: “Eu sou o Senhor, teu Deus, que te tomo pela mão e te digo: ‘não temas; eu te ajudarei’” (Is 41,13). Deus está a nos instruir no seu caminho, a nos fazer seguir, não os nossos, mas os passos d’Ele, isto é, seguir nos passos d’Ele. Pois quem segue os passos divinos, os passos de Jesus, segue intrépido, sem vacilar e sem correr riscos.

Nestes dias, dias de advento, Deus, Ele mesmo, se coloca como um autêntico catequista, que faz ecoar a suavidade de sua palavra: “Como um pastor, ele apascentará o rebanho, reúne, com a força dos braços, os cordeiros e carrega-os ao colo; ele mesmo tange as ovelhas-mães” (Is 40,11). Ele vai nos falando do seu jeito de agir conosco, do modo como nos trata, da forma como lida com a gente

Por isso que são cheias de sentido as palavras do Sumo Pontífice quando afirma que “o advento nos convida a traçar o caminho desta presença, presença de Deus, e nos recorda sempre novamente que Deus não se retirou do mundo, não está ausente, não nos abandonou a nós mesmos, mas vem ao nosso encontro de diversos modos, que devemos aprender a discernir”.

Tudo isso é sinal da grande riqueza de amor de Deus, por nós, que vamos observando neste tempo bendito que é o advento. Tempo educativo, pois seguimos, principalmente, por meio da Palavra Divina, sendo orientados sobre as coisas da fé, fé em Deus, fé na encarnação do Verbo, fé na concretização das palavras pronunciadas diversas vezes pelos profetas.

Ainda não é natal, é advento. Logo, devemos não trocar os móveis, as cores da casa, ou as roupas. Mas devemos, antes de tudo, deixar as velhas manias, os maus hábitos, ou seja, os muitos pecados que travam a nossa comunhão com Deus, e, por consequência, com o próximo. Devemos, sim, trocar o velho coração de pedra, por um coração de carne, palpitante de amor, desejoso de incendiar o mundo com os sentimentos de Jesus.

 

Sem comentários! Seja o primeiro!!!
Deixe seu comentário

ARQUIDIOCESE DE MACEIÓ | Igreja Missionária e Samaritana

Pastoral da Comunicação Cúria: (82) 3223-2732 ou 3021-4001 (07h30 às 14h) Gabinete do Arcebispo: (82) 3326-2321 (8h às 12h) PASCOM: (82) 3326-5458 (8h às 14h) Av. Dom Antônio Brandão, 559 – Farol 57051-190 Maceió – AL